Fim de Namoro

28 jul

O fim. Esse é sempre um momento doloroso pra qualquer mulher. Mesmo que ele tenha surgido de um consenso entre ela e o cara que agora é ex, mesmo que o relacionamento já não andasse bem há um tempo, mesmo que seja a moça quem resolva colocar um ponto final na relação. A gente sempre sofre quando o namoro acaba.

Não teremos mais aquela pessoa querida pra nos dar carinho e mimar, dizer “eu te amo”, dizer uma palavra doce, fazer amor. E por isso choramos. Seja por paixão, seja por hábito de ter um homem do lado, seja de raiva por algo que ele tenha feito, seja pela revolta diante de alguma atitude dele, a dor do término e as lágrimas são inevitáveis. Mesmo que na hora da conversa final a mulher se mostre firme, por dentro ela está arrasada. Só que vocês não veem, porque a maioria de nós não demonstra, e não chora na frente de vocês pra não dar o braço a torcer.

Há as que choram na frente de vocês, implorando que o fim não seja real e reafirmando seu amor pela enésima vez, mas a maioria de nós vai fazer isso sozinha, em casa, ou com alguma amiga do lado pra dar um apoio moral (e só, porque nada que ela ou qualquer outra pessoa diga é capaz de aliviar o sentimento de perda). Às vezes a ficha demora pra cair, e até que isso aconteça ficamos meio aéreas, com um vazio imenso (se é que é possível isso existir) dentro do peito.

Choramos, soluçamos, nos entupimos de chocolate, dormimos demais – quem sabe pra verificar se não estamos apenas sonhando- e não temos a menor vontade de sair e nos arrumarmos, mesmo que tentemos mostrar o contrário. A gente tenta desviar o pensamento, fazer outras coisas, se concentrar em outras coisas, mas sempre aparece algo que faz a lembrança do homem amado voltar à consciência, e aí ficamos tristes novamente. Nos perguntamos por que o namoro chegou ao fim, tentamos descobrir o que deu errado, mas não encontramos nenhuma resposta, e a solução é aceitar.

Depois desse turbilhão de emoções, da saudade sentida no começo da nova solteirice, do retorno a uma rotina em que parece faltar algo e do estranhamento em relação ao maior tempo disponível, se o término for definitivo – porque todos sabemos que podem haver reconciliações- , o tempo, esse remédio infalível, vai fazendo as feridas cicatrizarem, a auto-estima vai voltando e a vida vai retomando seu rumo (não que isso seja fácil no começo) até que nos apaixonemos de novo, tentando ter o máximo de cautela pra não nos machucarmos outra vez.

Anúncios

2 Respostas to “Fim de Namoro”

  1. Worldmillenium 23 de agosto de 2010 às 13:46 #

    Se só mulher fosse assim, já tive amigos meus que depois de fim de namoro quase ficou maluco, e dizia que já tava cheio da mina, imagina se tudo estivesse um mar de rosas. Você sabe que um homem sofre com o fim do namoro quando:

    1)Ele chama os amigos pra sair todo fds;
    2)Frequenta bares, cinemas, lugares em geral que ele tem quase certeza que vai encontrar a ex dele lá (com algum amigo junto);
    3)Enche a cara no bar que chega inteiro dirigindo em casa porque Deus é pai (e o amigo de carona agradece a Deus pai por tbm chegar inteiro);
    4)Não para de falar da ex namorada pros amigos. Hora excomungando, hora lamentando a falta dela (e os amigos escutam com uma paciência que jamais iam desconfiar que tinham);
    5)Começa a correr atrás de todas as ex-namoradas, rolos pendentes etc. que ele conseguir (algumas das quais o amigo ouviu a mesma conversa…)

    A parte boa é que vc sai como nunca de sabado a noite. A parte ruim é que vc já sabe que é pra falar, direta ou indiretamente de qual assunto.

    Já diz a sábia Sprite: “o amor deixa vc idiota”.

  2. luanocio 28 de julho de 2010 às 14:46 #

    UAU!
    Me identifiquei do início ao fim. Texto Magnifico!rs

    E é bem por aí. Não é fácil juntar os cacos e seguir rumos diferentes. Mas não temos noção alguma de quem encontraremos na próxima esquina – ou até mesmo ao nosso lado! 😉

    Se você também tem passado por momentos chatos, calma! A dor uma hora passará e novos amores virão!rs

    Tem uma frase que gosto muito-e não sei se é de autoria do Guimarães Rosa…não sei- e que é: “A vida é assim:esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. Mas sabe o que ela quer da gente? CORAGEM!”

    Teu Blog é show de bola!

    Beijos e Saudações da Lua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

associacaodasletras.wordpress.com/

Site da Associação das letras, promovendo a divulgação da literatura em Joinville e região

Blog da Boitempo

Aqui você pode encontrar informações dos livros e eventos realizados pela editora Boitempo. E, principalmente, pode interagir e ajudar na construção da editora que ousou ter uma cara e conquistou seu espaço produzindo livros de qualidade

Alecrim

Espaço terapêutico

Língua e Literatura

Blog da Professora Maria Lúcia Marangon

A&D SCHOOL

studiarenonfamale-prof.Spagnuolo

%d blogueiros gostam disto: