Spotted

20 jun

Você vê alguém, se sente atraído, mas não tem coragem para “chegar” na pessoa (ou não é  o lugar apropriado para isso), ou tem um amor platônico por alguém que não conhece mas que vê todos os dias. As páginas Spotted no Facebook resolvem esse problema: você manda um recadinho e tenta encontrar a pessoa. Vai que ela se identifica na postagem, ou é marcada por algum amigo, você adiciona e…? Nunca se sabe.

Hoje mesmo comentei com uma colega sobre essas páginas, e que eu acompanhava a da minha universidade. Ela achou inútil, uma grande falta do que fazer, me mandou sair do Facebook. Fiquei indignada. Em primeiro lugar, cada um lê o que quer, acompanha na internet aquilo que bem entender e ninguém tem nada a ver com isso. Em segundo ugar, ela nem sabe porque eu acompanho a página, se é por diversão, por carência, porque sou romântica e gosto de ver as pessoas mandando recadinhos fofos umas para as outras (porque entre cantadas ridículas há recados românticos e declarações também), ou porque sou administradora da fan page (haha).

Essas páginas surgiram nas universidades norte-americanas, viraram febre e se espalharam pelo mundo ajudando as pessoas (tímidas ou não) a se aproximarem de alguém que estejam a fim. Eu sei que o mundo, a vida, o amor estão lá fora, talvez longe das redes sociais e da telas dos computadores, tablets, smartphones. Mas… imagine a cena bizarra de uma garota que vê um cara que achou lindo no Restaurante Universitário na hora do almoço. Ela se senta na frente de ele e solta: “oi, gato, te achei sexy comendo arroz e feijão e decidi trocar uma ideia com você pra te conhecer melhor”. Ou então, avista alguém andando pelo campus e segue essa pessoa até alcançá-la para pedir seu telefone.  Ninguém faz isso, ou faz? Agora, através das spotteds, esses encontros não parecem tão absurdos assim, e ainda evitam cenas estranhas.

Clique nas imagens para ver as descrições (criativas!) de algumas páginas Spotted de universidades brasileiras, e uma cantada romântica. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Arte Literária

“concebida como a arte da palavra materializada pela expressão do pensamento do artista seguindo as vivências relativas a cada época, a cada momento”

Hydra Ficções

Várias cabeças pensando a Ficção

Navio Blogueiro

Tantas coisas cabem neste navio, reflexões, crônicas, poesia, cultura, livros, filmes e tudo o que a nossa imaginação permitir.

Ópio Literário

por Cacau Correa

Amores Livres

Que a liberdade seja nossa própria substância...

Superinteressante

Acredite no conhecimento. Enxergue SUPER.

%d blogueiros gostam disto: